sexta-feira, 4 de maio de 2018

Eunício defende extinção absoluta do foro privilegiado


O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), defendeu, nesta quinta-feira (3), o fim do foro privilegiado para todas as autoridades federais. A Proposta de Emenda à Constituição, a PEC 10/2013, foi aprovada ano passado pelos senadores.
“O Senado manifestou a sua unanimidade. Todos os parlamentares votaram a favor. Nós defendemos a extinção para as mais de 50 mil pessoas que têm o chamado foro por prerrogativa de função. Não são apenas deputados e senadores. Eu sou a favor da extinção completa e absoluta do foro privilegiado”, afirmou Eunício.
 A proposta aprovada no Senado acaba com o foro em caso de crimes comuns para deputados, senadores, ministros de estado, governadores, ministros de tribunais superiores, desembargadores, embaixadores, comandantes militares, integrantes de tribunais regionais federais, juízes federais, membros do Ministério Público, procurador-geral da República e membros dos conselhos de Justiça e do Ministério Público.
 Dessa forma, todas as autoridades e agentes públicos hoje beneficiados pelo foro responderão a processos iniciados nas primeiras instâncias da Justiça comum. As únicas exceções são os chefes dos três poderes da União (Executivo, Legislativo e Judiciário) e o vice-presidente da República.