terça-feira, 22 de maio de 2018

Ciro afirma que gostaria de enfrentar Bolsonaro no 2º turno

CIRO GOMES descartou aliança eleitoral com o PSDB de Geraldo Alckmin FCO FONTENELEO ex-governador do Ceará e candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou ontem que gostaria de enfrentar Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições, por considerá-lo “despreparado” e com “soluções graves e toscas” para os problemas do Brasil. Durante sabatina promovida pelo SBT, pelo portal Uol e pela Folha de S.Paulo, na manhã de ontem, ele ainda descartou uma aliança com o PSDB nas eleições deste ano. Na entrevista, Ciro Gomes chegou a chamar Bolsonaro de fascista e referiu-se a ele como “promessa certa de uma crise”. “A rigor, gostaria de enfrentá-lo no segundo turno porque me parece o candidato menos difícil de ser derrotado. Você vê que, quando o candidato promete distribuir armas, o que ele está prometendo é um banho de sangue”, afirmou Ciro. O Povo