terça-feira, 22 de maio de 2018

Ceará é o único estado do Nordeste a reduzir a extrema pobreza, destaca governador Camilo


O Ceará foi o único estado do Nordeste a reduzir a extrema pobreza em 2017, de acordo com a Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (Pnad/IBGE). A informação foi divulgada pelo governador Camilo Santana durante transmissão ao vivo no Facebook nesta terça-feira, 22. De acordo com os dados, o Ceará reduziu 3,57% o número de pessoas com renda mensal de até R$ 85 – enquanto o índice, no Nordeste, subiu 17,5%. No Brasil, houve acréscimo de 13,65%. As informações comparam os anos de 2016 e 2017.
“Estou muito feliz com esse resultado, isso nos estimula a continuar trabalhando firme, garantindo resultados importantes para a população cearense, principalmente neste momento difícil, que é esse momento em que o Brasil vive. Que é o retrocesso, não só nas políticas econômicas, mas também nas políticas sociais. (O aumento do índice no País) é fruto de corte das políticas públicas que o Governo Federal está fazendo”, avaliou o governador.
Durante a transmissão, Camilo Santana também sancionou lei que cria a Superintendência de Pesquisa Estratégica da Segurança Pública no Ceará. “Isso vai fortalecer estratégias e ações de combate à criminalidade no Estado”, reforçou. O chefe do Executivo autorizou, ainda, a prorrogação do concurso público para os cargos de 1º tenente do Corpo de Bombeiros e de 1º tenente da Polícia Militar, que venceria em junho próximo. Com o adiamento, os aprovados serão chamados até junho de 2020. “A prorrogação dá mais tempo para que a gente possa aproveitar esse pessoal, para que eles sejam chamados futuramente. Era uma reivindicação desses concursados”, analisou.