sexta-feira, 18 de maio de 2018

Banco do Nordeste e centros universitários firmam parceria para expansão do Fies


As ações para expansão do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) no segundo semestre estão entre as prioridades do Banco do Nordeste. Até o dia 8 de junho, intenso trabalho de mobilização está sendo feito com os centros universitários em toda área de atuação do Banco. Ao todo, conforme indicação do Ministério da Educação (MEC), mais de 450 universidades/faculdades podem ser contempladas, com 15 mil cursos beneficiados.
As instituições particulares de ensino superior interessadas em receber alunos financiados com recursos do Fies devem entrar em contato com as Superintendências Estaduais do Banco do Nordeste. Somente no Ceará, 61 instituições estão habilitadas a participar dessa parceria e mais de 2100 cursos estão entre os possíveis contemplados. Os períodos de inscrições e de contratações dos estudantes serão definidos pelo MEC e divulgados por edital em seu site.
O BNB iniciou a operacionalização do fundo no primeiro semestre desse ano, quando firmou parceria com 43 centros universitários em diversos Estados. Os estudantes, à época dos financiamentos,  não precisam comparecer ao Banco para adquirir o crédito. No fluxo digital previsto pela instituição, o próprio Banco vai às universidades, em agências itinerantes,  para colher a assinatura dos contratos. Os cadastros das pessoas e aberturas das contas correntes são feitos automaticamente com as informações registradas pelos estudantes no site do Ministério da Educação.
Em 2018, o Banco do Nordeste  dispõe de R$ 700 milhões em recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para o Fies. O montante é parte dos R$ 30 bilhões que o BNB prevê aplicar na economia da Região no ano. A expectativa é de que 70 mil estudantes sejam beneficiados.
O crédito é destinado a alunos regularmente matriculados em cursos de graduação não gratuitos com avaliação positiva pelo MEC. Para pleitear o financiamento no BNB, os estudantes devem possuir renda per capita familiar de até cinco salários mínimos, ter participado de pelo menos uma edição do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com nota média igual ou superior a 450 pontos, e não ter zerado a prova de redação.
Mais informações sobre a participação do Banco do Nordeste no fundo estudantil, inclusive a cartilha do Fies, estão disponíveis no site www.bnb.gov.br/fies.