segunda-feira, 2 de abril de 2018

Obras de drenagem são realizadas em Juazeiro do Norte


A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), iniciou importantes obras de drenagem na cidade. Os serviços foram autorizados para a execução, pelo Prefeito Municipal, Arnon Bezerra, que vem acompanhando de perto o andamento dos trabalhos. Ele esteve na   obra de drenagem na Rua Venceslau Pereira, no bairro São José, na área próxima ao Maxxi Atacado. Os serviços iniciaram há cerca de oito dias no local.
A obra será responsável pela recuperação da rua, destruída nos últimos anos em função das chuvas e erosão na área, e terá duração de 6 a 8 meses. Espera-se que no final do ano seja concluída.
No local será feita uma drenagem com galerias de concreto nas dimensões de 2,5 por 2,0 metros. Atualmente já existe um trecho de drenagem executado no final da rua, finalizando na Avenida do Contorno. Então será dado continuidade ao serviço de onde parou até a Avenida Padre Cícero.
Ao ser finalizada a drenagem e o aterro, será feito o calçamento e realizado o asfaltamento da área. A obra era um grande sonho dos moradores que residem no entorno da cratera e que o Prefeito Arnon Bezerra se comprometeu em realizar. No início da gestão, o Chefe do Executivo esteve no bairro conversando com moradores, sentindo de perto as dificuldades enfrentadas pelas pessoas do bairro. A luta por recursos para obras desse porte, em Juazeiro do Norte, tem sido constante.
Rua Padre Manoel Germano
Acontecerá ainda uma drenagem na Rua Padre Manoel Germano, localizada no bairro Lagoa Seca. “Esta obra é mais complexa pois a bacia hídrica daquele bairro, naquela região, é maior e vem de várias ruas acima. Então será feita a topografia de áreas em volta para que o projeto possa interferir de maneira eficaz e assim o problema possa ser resolvido”, destacou a Secretária de Infraestrutura, Gizele Menezes.
As obras fazem parte de um contrato geral de drenagem que irá contemplar diversas áreas da cidade. A Seinfra está pontuando os locais mais críticos para serem atendidos, conforme a ordem de prioridades e recursos disponíveis, por serem obras consideradas mais complexas e que requerem um aporte maior de recursos.
(Assessoria de Imprensa)