sábado, 3 de março de 2018

Governador assina ordem de serviço para construção de BPChoque na Praia do Futuro


O Governo do Ceará garantiu, neste sábado (3), mais estrutura para as ações de policiamento em Fortaleza. Foi assinada, pelo governador Camilo Santana, a ordem de serviço para a construção da nova sede do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), da Polícia Militar do Ceará (PMCE). O novo equipamento será construído em terreno localizado na Praia do Futuro, pelo Grupo M. Dias Branco, em parceria com o Estado e a Prefeitura de Fortaleza. Acompanharam Camilo Santana na solenidade representantes do Grupo Dias Branco, o prefeito Roberto Cláudio e o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa.
A nova unidade policial faz parte do Pacto por um Ceará Pacífico e da plataforma Juntos por Fortaleza, seguindo planejamento para garantir mais investimentos em Segurança Pública. A nova sede do Choque será responsável por efetivo de 1000 homens e terá área total de 10.000 m² – cerca de 3.000 m² de área construída, mais que o triplo da unidade atual do Choque, que tem 925 m². A empresa responsável pela obra estipula prazo de um ano para entrega.
Camilo Santana afirmou que o batalhão é um benefício para a população, que desfrutará em breve de ruas mais seguras na localidade. O governador também agradeceu o empenho do Grupo Dias Branco para realização do serviço, “uma parceria inédita com a inciativa privada que trará muitos frutos”.
O BPChoque
O Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) conta hoje com um efetivo de 664 policiais militares distribuídos em cinco companhias especializadas: Comando Tático Motorizado (Cotam), Comando Tático Rural (Cotar), Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), Companhia de Distúrbios Civis (CDC) e Companhia de Policiamento com Cães (CPCães).
A unidade operacional conta com uma tropa treinada e preparada para atuar em missões específicas e/ou de alta complexidade. Todos os agentes são submetidos a cursos específicos de formação para atuar em cada missão policial, com destaque para atuações em manifestações em público e em ações de combate ao crime organizado.
(Governo do Ceará)