domingo, 11 de março de 2018

Corte de 20% no salário leva professores de Jardim ao desespero


Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jardim (SINDJARD), denuncia que o prefeito Aniziário Jorge Costa cortou o pagamento da gratificação de docência, no percentual de 20%, que era recebida há mais de 10 anos pelos professores da rede municipal.
De acordo com o sindicato, a medida atinge 386 profissionais, que entraram em greve na última quarta-feira (7), com objetivo de pressionar a administração a debater uma solução para o conflito.
“O fato é que do dia para a noite os professores perderam uma grande fatia da remuneração”, afirma a presidente do SINDJARD, Lea Filgueira. Segundo ela, a categoria já recebeu o último pagamento com 20% a menos.
“O sentimento deles não foi só de revolta, mas de angustia e tristeza. E o meu sentimento enquanto presidente do sindicato é de indignação, de revolta, em ver tantas mães e pais de família chorando e sem perspectivas, sem saber como pagar as contas”, destacou Lea.