sábado, 20 de janeiro de 2018

Secretariado de Camilo deixará o cargo em abril

O chefe da Casa Civil, Nelson Martins, afirmou que os secretários estaduais que irão ser candidatos nas eleições deste ano só deixarão as pastas em abril, que é a data limite para a desincompatibilização dos cargos. O petista assegurou que os secretários que saírem antes o farão por decisão pessoal, e não de governo.
“O secretariado vai ficar até o dia 7 de abril, que é o período normal. A não ser que alguém peça pra sair. Até agora, a decisão de governo é ficar até o dia do prazo. Não existe essa discussão no Estado de secretário sair antes. Vai sair no prazo eleitoral de quem vai ser candidato, isso está claro”, declarou ao O POVO.
Nelson mantém o que tem declarado o governador Camilo Santana (PT) sobre o assunto. A principal queixa de alguns deputados da base aliada na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) é de possível prejuízo eleitoral com pré-candidatos agindo através das suas pastas, e disputando bases eleitorais.
A informação de que os secretários irão intensificar viagens pelo interior inaugurando obras poderá crescer a pressão política em torno do governador assim que encerrar o recesso parlamentar em fevereiro.
O secretário disse ainda que viaja desde julho do ano passado inaugurando obras, e que a mesma prática é feita pelos secretários Josbertini Clementino e Dedé Teixeira, ambos pré-candidatos a uma vaga na AL-CE.
(Wagner Mendes/O Povo)