quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Defesa de Maluf vai ao STF contra decisão de Fachin

A defesa do deputado Paulo Maluf (PP-SP) protocolou uma petição urgente, com pedido de liminar, na presidência do Supremo Tribunal Federal. Os advogados querem suspender a decisão do ministro Edson Fachin, da Corte máxima, que mandou prender o deputado.
“Depois de entrar com o pedido de domiciliar junto a Vara de Execuções Penais entramos agora junto ao Supremo com uma cautelar para suspender a decisão do Fachin. O pedido é para dar um efeito suspensivo ao Agravo Regimental que enfrenta a decisão do Fachin que não aceitou os embargos infringentes”, afirmou o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que defende Maluf.