segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Conselho Municipal de Água e Esgoto é lançado no Crato

Foto: Divulgação

Com participação da câmara foi lançado o Conselho Municipal de Água e Esgoto do Crato na sexta-feira, dia 8, durante a I Conferência Municipal de Água e Esgoto promovida pela Saaec. O conselho foi implantado por meio da Lei Municipal 3.249, aprovada pela Câmara Municipal no ano passado.
Para o presidente da Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (Saaec), Yarley Brito, a formação do conselho é um marco histórico para a cidade, visto que descentraliza a administração dos recursos hídricos do município.
A Câmara Municipal do Crato terá dois assentos no conselho, inicialmente ocupados pelos vereadores Pedro Lobo e Amadeu de Freitas (PT). O órgão, na opinião de Amadeu de Freitas que propôs a criação do conselho em 2016, “estabelece um mecanismo de controle social da gestão da Saaec e para a discussão do planejamento das ações de água e esgoto no Crato”.
Na visão de Pedro Lobo, a população do Crato poderá debater as políticas de água e esgoto por meio dos representantes dos diversos setores do poder público e da sociedade civil. “A Câmara tem participado ativamente nessa gestão dos diversos conselhos promovidos pela Prefeitura”, avalia Pedro Lobo.
Entenda o conselho
O conselho é órgão colegiado, consultivo, deliberativo e de controle social da prestação dos serviços de água e esgoto do município do Crato. Com participação de setores da sociedade cratense, ele terá o objetivo de conferir transparência e controle social sobre a prestadora desses dois serviços no município.
Os representantes que vão compor o conselho são oriundos do poder público como a Câmara Municipal, Urca, Saaec, e das secretarias municipais de Meio Ambiente, Saúde e Obras. Também farão parte, representantes da sociedade civil: sindicato dos trabalhadores da Saaec, associações de moradores, organizações não-governamentais que atuam em atividades afins, OAB, entidades empresariais e da área de engenharia.
(Assessoria de Imprensa)