sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Assembleia Legislativa tem horário diferenciado durante o recesso

O Poder Legislativo funciona em horário diferenciado durante o período do recesso, que inicia dia 23 de dezembro e segue até dia 1º de fevereiro. Os órgãos ligados à administração da Casa terão atendimento de terça a quinta-feira, das 8h às 13h.
Já os setores voltados ao atendimento ao público, como Procon Assembleia, Casa do Cidadão e a agência do Bradesco, continuam com horário normal, de segunda a sexta. O Procon Assembleia abre das 8h às 17h, com distribuição de fichas de atendimento até 16h30. O órgão entra em recesso de fim de ano a partir do dia 23, retornando aos trabalhos dia 2 de janeiro, com os mesmos horários.
Já a Casa do Cidadão abre normalmente durante o recesso, inclusive na semana entre Natal e Ano Novo. O horário de atendimento é das 8h às 17h, com distribuição de senhas às 8h e 13h.
A Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace) não vai funcionar no período de Natal e Ano Novo. O órgão volta a suas atividades no dia 2 de janeiro, seguindo o funcionamento do Casa: de terça a quinta-feira, das 8h às 13h.
A Biblioteca César Cals, Escritório Frei Tito e o Espaço do Povo seguem o funcionamento do Parlamento: de terça a quinta-feira, das 8h às 13h.
A agência dos Correios vai funcionar normalmente na semana entre o Natal e o Ano Novo. Durante o recesso parlamentar, o funcionamento será das 9h às 13h.
Já a agência do Bradesco fecha nos dias 25 e 29 de dezembro e 1º de janeiro de 2018. Durante o recesso de janeiro, o funcionamento será normal. O gerente prime da agência do Bradesco da AL, Brenno Frota, lembra que, nos cinco primeiros dias de cada mês, a agência abre para atendimento dos funcionários da Casa das 8h às 16h.
O recesso legislativo tem início oficialmente neste sábado (23/12) e segue até o dia 1º de fevereiro, com retomada das sessões plenárias no dia 2 de fevereiro.
Durante o recesso, estará em funcionamento a Comissão de Recesso, formada pelos deputados Ferreira Aragão (PDT), Jeová Mota (PDT), Leonardo Pinheiro (PP), Osmar Baquit (PSD), Dra. Silvana (PMDB), Dr. Santana (PT), Agenor Ribeiro (PSDC), Carlos Felipe (PCdoB) e Lucílvio Girão (PP).