BNB

BNB

sábado, 25 de novembro de 2017

Crato sedia Seminário Territorial sobre Políticas Públicas de Desenvolvimento Agrário e de Superação da Pobreza

Pedro Lobo abriu o seminário. (Fotos: Juscelino)

O Instituto Flor do Piqui, realizou nesta sexta-feira (24) , no Crato Tênis Clube, Seminário Territorial: “Políticas públicas de desenvolvimento Agrário e de superação da pobreza”. O evento reuniu agricultores de 10 municípios do Cariri Oeste, contemplados pelos projetos de produção, assistência técnica e de crédito fundiário, desenvolvidos pela instituição. O prefeito do Crato, Zé Aílton Brasil prestigiou o seminário.
Entre as autoridades presentes, o Secretário Estadual de Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, destacou que projeto desenvolvido pela SDA tem tido grande sucesso, graças à parceria com o terceiro setor. “Nós somos uma grande secretaria hoje, porque diversas instituições, e são dezenas, estão envolvidas nesses projetos e estão nas comunidades acompanhando a produção e obtendo resultados”, ressaltou.
O secretário destacou ainda que o seminário vem para impactar, inclusive na ampliação de parcerias, como por exemplo com universidades e outras instituições. As ações do Instituto Flor do Piqui, de crédito fundiário, Programa de Cisternas, acesso ao credito na agricultura familiar, entre outras, contribuem para o desenvolvimento rural do estado, observou o secretário.
O deputado federal José Guimarães(PT), destacou que os programas apresentados pelos técnicos, foram elaborados e aprovados nas gestões Lula e Dilma. Ainda de acordo com o parlamentar, o projeto Paulo Freire vai investir no Cariri Oeste aproximadamente 6 milhões de reais -“Todo recurso aprovado no governo da presidenta Dilma, que é recurso direto na geração de renda de pequenos negócios”, lembrou.
Guimarães anunciou ações do governo

Vereador e Presidente da Comissão de Agricultura da Câmara Municipal do Crato, Pedro Lobo(PT), coordenou painel sobre de Agricultura Familiar e avaliou que o debate sobre o desenvolvimento precisa ser aprofundado. Pedro Lobo informou que o evento superou as expectativas pela participação de tantas representações de agricultores contempladas pelos projetos.
A agricultora Maria José Sifronio,60 anos, disse que a construção de cisternas em sua residência que fica na zona rural de Nova Olinda, tem mudado a vida de toda família – “Muda a vida da gente, a gente fica com mais água, pra plantar as coisas, criar umas galinhas carijó para comer e vender, foi bom”, afirmou a trabalhadora se referindo ao programa de cisternas.
O evento contou com a participação de representações de instituições públicas, e do superintendente do Sebrae, Joaquim Cartaxo. O Seminário contou ainda com uma feira de produtos da agricultura familiar.