bnb

sábado, 4 de novembro de 2017

Cerimonial causa tumulto em viagem de Temer




 Um funcionário do cerimonial do Planalto foi exonerado após se recusar a sair do helicóptero no qual Michel Temer viajava.
Em 20 de outubro, Temer foi a Palotina (PR), participar da inauguração de um abatedouro de peixes.
Lá, precisou realizar uma parte do deslocamento em uma aeronave menor, e faltou espaço para toda a comitiva.
Além de seus auxiliares, Temer estava acompanhado de parlamentares. Para não desagradar os deputados e diante da recusa do servidor do cerimonial, o ajudante de ordens do presidente, que permanece, por lei, em regime "permanente e ininterrupto" a serviço de Temer, foi deixado para trás.
No retorno a Brasília, o servidor do cerimonial foi devolvido para o seu órgão de origem.
O Globo - Coluna de Lauro Jardiim
Por Juliana Braga