bnb

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Argemiro Samapaio veta transparência nas contas do Balneário do Caldas

O prefeito de Barbalha Argemiro Sampaio vetou o projeto de lei aprovado pela maioria dos vereadores da Câmara Municipal. No projeto, os vereadores defenderam a a transparência com as receitas e despesas das empresas mistas Hotel das Fontes e Balneário do Caldas, o que não acontece desde o início da atual gestão.
Argemiro alegou que o referido projeto é inconstitucional, porque, na esfera federal tem lei que trata da transparência e, remeteu o projeto vetado para a Casa do Povo.
A oposição lamentou a falta de compromisso do prefeito em promover a transparência das finanças receitas e despesas do Hotel das Fontes e Balneário do Caldas.
Após cessados os pronunciamentos dos vereadores de oposição, e a ala da situação totalmente muda, o presidente do Legislativo de Barbalha, Everton Siqueira (Vevé), colocou o veto em votação, que, teve o resultado 8 votos contra o veto, e 6 votos a favor do veto, para derrubar o veto a oposição precisaria de 10 votos, só obteve 8, resultado que mantém a prefeitura livre de não fazer transparência das finanças que são movimentadas em arrecadação e despesas pelas empresas mistas, Hotel das Fontes e Balneário do Caldas em Barbalha.
(Com informações do Diário do Cariri)