bnb

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Temer pede a ministros que “enquadrem” Maia

Durante as reuniões para discutir o cenário político, o presidente Michel Temer demonstrou a auxiliares no final de semana preocupação com a possibilidade de Rodrigo Maia (DEM-RJ) se distanciar do Planalto durante o processo da análise na Câmara dos Deputados da segunda denúncia contra o peemedebista.
Para evitar que isso ocorra, Temer pediu aos seus principais auxiliares que "enquadrem" Maia, conforme disse ao Blog, nesta segunda-feira (2), um assessor do presidente.
No final de semana, o ministro Antonio Imbassahy procurou Maia para conversar. Moreira Franco, que é sogro de Maia, também foi escalado para conversar com o presidente da Câmara.
A avaliação no Planalto é de que Maia tenta cada vez mais se descolar do presidente na segunda denúncia, diferentemente da postura adotada na primeira.
Como exemplo, citam as recentes críticas do presidente da Câmara a respeito do núcleo palaciano, além de registrar a diminuição da assiduidade de Maia em encontros com Temer.
Maia, que estava em Brasília no final de semana, não foi ao Palácio do Jaburu. No sábado, ele participou de um jantar de aniversário do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) – mas Temer não apareceu por lá.