bnb

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

"Palocci não apresentou provas", diz Kennedy Alencar


O jornalista Kennedy Alencar (foto à esquerda) afirmou nesta quinta-feira, 7, que o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci (foto à direita) ao juiz federal Sérgio Moro incrimina o ex-presidente Lula, mas ainda faltam provas das acusações.
"Mais uma vez é a palavra de um acusador contra a de Lula. O caso JBS está mostrando como é arriscado confiar na palavra de quem deseja se livrar da cadeia. Palocci deu um depoimento ontem que contraria falas anteriores dele. O testemunho também tem contradições com depoimentos de Marcelo Odebrecht e do próprio Emílio Odebrecht", diz Kennedy.
O jornalista lembra que Palocci mudou a sua versão após um longo tempo preso e depois de ter sido condenado por Moro a 12 anos de prisão, situação semelhante à que aconteceu com Leo Pinheiro.
"É necessário que ele vá além das palavras e apresente provas, sob pena de Moro condenar Lula mais uma vez, como fez no caso do apartamento no Guarujá, fundamentalmente ancorado na palavra de um acusador. Naquele caso, que guarda semelhança com o tema debatido ontem, a compra de um imóvel para nova sede do Instituto Lula que acabou não se concretizando, Moro se baseou na versão de Leo Pinheiro", afirma.