bnb

sábado, 2 de setembro de 2017

Joesley: Bendine pediu R$ 5 mi para beneficiar JBS

Delatores da JBS entregaram novos anexos à Procuradoria-Geral da República e, nessa complementação da delação, revelaram detalhes inéditos sobre um pagamento feito a Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil. A TV Globo teve acesso ao conteúdo dessa parte da delação.
Joesley Batista contou que, em 2013, Bendine, ainda no comando do Banco do Brasil, foi pessoalmente na casa dele, de Joesley, pedir dinheiro.
O empresário disse que, mesmo demonstrando constrangimento, Bendine pediu R$ 5 milhões emprestados para a compra de um imóvel. Joesley disse que não se recorda se a propriedade já estava comprada ou se Bendine ainda iria adquirir o imóvel.
Segundo Joesley, Bendine afirmou que não poderia beneficiá-lo no banco, porque o sistema de governança impediria atos ilícitos. Porém disse que se esforçaria pra atender pedidos da JBS, não necessariamente no Banco do Brasil.
De acordo com o anexo entregue à PGR, Joesley afirmou que Bendine era uma pessoa influente no governo e que, por isso, concordou em emprestar os R$ 5 milhões.