bnb

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Deputados cearenses pedem presença de força federal no Ceará para combater facções criminosas

Na Câmara Federal, em Brasília, a reportagem da Rede Globo revelando que o Ceará é o segundo estado do País com maior número de bandidos ligados à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi repercutida por dois deputados federais cearenses que reafirmaram a necessidade da adoção de medidas enérgicas e urgentes por parte do governo federal para frear a onda de assassinatos no estado provocado pela “guerra de facções”.
O deputado Federal Vitor Valim (PMDB) voltou a defender a “federalização” dos crimes praticados pelas facções. Para ele, também se torna necessário o envio urgente de tropas federais ao Ceará para auxiliar as polícias Civil e Militar no combate à violência estado. Ele acredita que a Força Nacional de Segurança e até mesmo as Forças Armadas sejam necessárias para conter o avanço do crime, à exemplo do que ocorreu no Rio de Janeiro.

Já o deputado federal Cabo Sabino (PR) também defendeu a presença da Força Nacional de Segurança no Ceará.