bnb

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Estiagem - Campos Sales pede socorro a Cogerh

O maior açude de Campos Sales está com menos de 1% de  água. (Fotos: Flávio Pinto)

Preocupado com a situação hídrica e com a aproximação da Festa do Município que acontece de 27 a 30 deste mês, quando Campos Sales recebe de 12 a 15 mil visitantes, o prefeito Moésio Loiola encaminhou ofício a direção da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), solicitando em caráter de urgência o estudo geofísico e a perfuração de novos poços profundos para atender a demanda da população neste período de festa e pós-festa.
Prefeito Moésio Loioa e o secretário de Agricultura Ezequiel Oiveira têm buscado alternativas junto à Cogerh

No documento endereçado ao presidente da Cogerh, João Lúcio Farias de Oliveira, o prefeito de Campos Sales explica que nos últimos quatro anos, a seca se agravou em todo município secando os açudes que abasteciam regularmente às áreas urbana e rural. Hoje toda água servida à população vem de poços profundos.
'...já foram realizados alguns estudos geofísicos e perfurados poços profundos, no entanto, não deram a vazão esperada, razão pela qual é solicitada novas perfurações..(sic)", diz o documento.
No mesmo documento, Moésio indica as localidade de Nossa Senhora da Penha (sede), bairro Guarani (Creche Ivone Arrais), Angelin II, Alecrim II, Pau Preto II, Tigre, Pé Serra, Caldeirão Cumprido, Serra Verde, Alto Alegria/Várzea Alegre.
Nos últimos 30 dias, a prefeitura conseguiu junto a Cagece e a Cogerh, a perfuração de 16 poços, a maioria na localidade de Barro Branco, duplicando assim, a capacidade de armazenamento de água para ser distribuída para a população, porém a quantidade ainda é considerada insuficiente.