bnb

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Festival de Jericoacoara fecha nesta segunda circuito de Mostra de Curtas

Cineastas de vários estados apresentam seus filmes no festival.

O VI Festival de Cinema mudou a rotina de Jericoacoara neste final de semana, com filmes, oficinas e debates, sempre com entrada franca. Neste domingo, 11/6, a programação começou pela manhã, com a exibição do filme "Trem da Alegria", mais recente produção do cineasta cearense Francis Vale, diretor do festival. O filme aborda a história do time de futebol fundado pelo ex-jogador profissional Afonsinho e por outros craques brasileiros, para excursionar por vários estados, de forma amistosa e popular, reunindo multidões para exibições especiais de boleiros e grandes artistas da música popular brasileira - entre eles, o cearense Raimundo Fagner e o carioca Paulinho da Viola.
 A exibição do filme foi seguida de debate com Francis Vale e Afonsinho, além dos cineastas reunidos em Jericoacoara pelo festival, desde a última quarta-feira, 7/6. O filme, que destaca a coragem de unir música e futebol como temas de reuniões concorridas em várias cidades em plena ditadura militar, também conta com a participação do ex-jogador Serginho Redes, o Serginho Amizade, radicado no Ceará, e dos compositores Fagner, Paulinho da Viola, Moraes Moreira, Paulinho Boca de Cantor, Abel Silva, entre outros.
A noite foi também de homenagens ao jornalista e crítico de cinema Ismaelino Pinto, do Pará, e ao cineasta e professor da UFPB João de Lima Gomes, da Paraíba. Ambos receberam das mãos do diretor do festival, Francis Vale, o Troféu Pedra Furada, pelas contribuições à difusão do cinema independente, especialmente das regiões Norte e Nordeste, e pela formação de novos realizadores do audiovisual brasileiro.
Nesta segunda-feira, 12/6, a programação do festival continua a partir de 10h da manhã, com uma mostra especial de filmes sobre a temática indígena, com curadoria do cineasta cearense Philippe Bandeira.
A partir das 14h acontecem a Mostra de Cinema Infantil e a Oficina de Cinema Digital, com destaque para a participação da comunidade de Jericoacoara. Às 18h tem início a última noite da Mostra Competitiva de Curtas-metragens, concluindo a exibição dos 30 filmes selecionados pelo festival, de realizadores de 13 estados brasileiros.
O festival segue até terça, 13/6, quando acontece a premiação dos melhores filmes, em diversas categorias.