bnb

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Amigo foi cobrado por reforma de imóvel da filha de Temer


 BRASILIA, DF, BRASIL, 31-05-2017, 12h00: O presidente Michel Temer, acompanhado dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Osmar Terra (Desenvolvimento Social e Agrário) e do presidente do senado Eunício Oliveira (PMDB-CE), durante cerimônia de Cerimônia de Lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2017/2020, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER)

A Polícia Federal encontrou uma cópia de e-mail na casa do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer (PMDB), com sinais de que ele cuidou de pagamentos da reforma de um imóvel de Maristela, uma das filhas do presidente.
O documento de 2014, enviado por um arquiteto, cobra de Lima o valor de R$ 44.394,42 pela obra.
O coronel aposentado da PM, aliado do presidente há mais de 30 anos, é investigado pelo Supremo sob suspeita de atuar como laranja dele. Segundo a delação da JBS, Temer indicou o coronel para receber R$ 1 milhão dos R$ 15 milhões que a empresa destinou para o caixa dois da campanha dele em 2014.
Destinatária da mensagem, a mulher do coronel é arquiteta e trabalha na empresa de construção da qual ele é dono, a Argeplan.
Uma cópia do e-mail foi encontrada pela Polícia Federal no apartamento do coronel.
O papel com a mensagem estava rasgado, assim como outros apreendidos com Lima.
Os papéis rasgados foram interpretados pela PF como uma tentativa de destruir provas.

Folha