BNB

BNB

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Vereadores impõem dupla derrota ao prefeito Arnon Bezerra e querem saber quantos são, quem são e onde moram os servidores lotados no Gabinete e na Sedest

A insatisfação ao governo Arnon Bezerra cresce na Câmara. (Foto: Flávio Pinto)

Os vereadores deram na sessão ordinária desta quinta-feira (4), duro recado à administração Arnon Bezerra. Foram duas derrotas num só dia. A primeira ao derrubarem o veto do prefeito Arnon Bezerra ao projeto do vereador Tarso Magno, que autoriza os corretores de imóveis a ter acesso a todos os documentos contidos no cadastro imobiliário da Prefeitura de Juazeiro do Norte.
E a segunda, mais emblemática ainda, foi o requerimento apresentado pelo vereador Nivaldo Cabral, que solicita do Poder Executivo, os nomes dos servidores comissionado com seus respectivos cargos que exerce cada um no Gabinete do Prefeito e na Secretaria do Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest). Esta última, dirigida pela filha do prefeito Isabela Bezerra. No requerimento também é requerido o domicílio eleitoral dos comissionados.
As derrotas impostas ao prefeito Arnon Bezerra, numa só sessão da câmara municipal deixa claro o racha na base do prefeito no legislativo e expõe a insatisfação dos vereadores na ausência diálogo do Executivo com o Legislativo.
Nas duas votações, o placar foi amplamente favorável a nova "oposição" que se desenha na câmara. Na primeira votação, dos 21 vereadores da casa, 12 votaram pela derrubada do veto. A favor do veto do prefeito foram 9 parlamentares. Pelo Regimento Interno da casa eram necessários 11 votos para assegurar o veto do chefe do Executivo. A mensagem segue para publicação no Diário Oficial.
Já no requerimento de Nivaldo Cabral foram 13 votos a favor do envio da relação com nomes dos servidores, duas abstenções (Demontier Agra e Preto Macedo), enquanto Auricélia, Márcio Jóias, Zé Barreto e Adauto Araújo foram contrários ao requerimento. O curioso é que a estreante vereador Jaqueline Gouveia se "escondeu" no momento da votação aberta e acabou não votando. Quem também não votou o presidente Gledson Bezerra, neste caso, por não ser necessário voto de desempate.
Darlan Lobo (líder do prefeito), Tarso Araújo, Nivaldo Cabral, Cicinho Cabeleireiro, Rita Monteiro, Valmir Domingos, Rosane Macedo, Claudionor Mota, Aninha Teles, Capitão Vieira Neto, David Araújo e Damian de Firmino mandaram o recado ao prefeito Arnon Bezerra.