bnb

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Guimarães defende eleições e diz que PT está em sintonia com as ruas

Deputado José Guimarães

Para o líder da minoria na Câmara Federal, deputado José Guimarães (PT-CE), é muito difícil que o PT participe de um processo por eleições indiretas, em caso de renúncia ou cassação do presidente Michel Temer (PMDB). Segundo o parlamentar, o PT defende um novo pacto para o País e “o caminho tem que ser via eleições diretas para a Presidência da República”.
Sobre a posição do governador Camilo Santana (PT) em defender o nome do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), em caso de eleição indireta e seguindo o que manda a Constituição, José Guimarães disse que o partido “está em sintonia com as ruas” que cobram a renúncia de Temer e eleições diretas. No entanto, segundo ainda Guimarães, o governador do Ceará poderá expor seu posicionamento no Congresso Nacional do partido, que ocorrerá em Brasília, a partir de quinta-feira, lembrando que “O PT é um partido plural”.
Se vier a eleição indireta, José Guimarães afirmou que não discutiria o mérito, mas considerou ser necessário que grandes lideranças sentem para discutir. Citou Lula e FHC nessa conversação. Para o deputado petista, a expectativa é de que a chapa Dilma-Tremer seja cassada, embora ele ressalte que ainda se corre o risco de um ministro do TSE pedir vistas do processo.
Sobre a troca de ministro da Justiça – saiu Osmar Serraglio e entrou Torquato Jardim, Guimarães ironizou. O País está em crise, há pedido para que Temer deixe o poder e Temer parece viver “no mundo da lua” tomando medidas como essa mudança ministerial.
(Blog do Eliomar)