bnb

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Exemplo para o Brasil - Vereador já devolveu aos cofres da câmara R$ 184 mil


Vereador e pastor evangélico, Odécio Carneiro 

Nos quatro primeiros meses de sua gestão, o vereador Odécio Carneiro (Solidariedade) fez uma economia de R$ 184.430. Todo este montante foi devolvido aos cofres da Câmara Municipal de Fortaleza. A economia veio da Verba de Desempenho Parlamentar (R$  80 mil) e outros R$ 104.430,00  com despesa de pessoal.
Eleito para o seu primeiro mandato, o vereador Odécio Carneiro tem tido cuidado especial com a administração do dinheiro público. Mensalmente, tem devolvido à Câmara Municipal de Fortaleza 100% da Verba de Desempenho Parlamentar, R$ 20 mil. A VDP serve para custear despesas de vereadores no desempenho de suas funções: correspondências, telefone, combustível, impressos, publicidade, passagens aéreas e fretamento de veículos automotores. Odécio abriu mão do benefício nos quatro meses de seu mandato por entender que, no momento, não está precisando.
Outra economia considerável é com a verba destinada ao Gabinete, para contratação de pessoal. Pelo regimento da Casa, cada vereador dispõe de R$ 51.772,50 por mês, sendo limitada a contratação, por gabinete, ao mínimo de oito e ao máximo de 22 assessores. Odécio optou em contratar o mínimo, oito servidores. Isto gera uma economia mensal de R$ 26.107,50.
Convém registrar, ainda, que está sendo gerada uma economia para a CMFor no que se refere à manutenção do Gabinete, pois toda a despesa é feita com dinheiro do próprio vereador, como compra de papel, xerox, etc.
O vice-líder estadual do Solidariedade explica que só usaria os recursos em benefício de uma causa justa. “Até o momento, não precisei utilizar a VDP, mas se futuramente for necessário vou usá-la e justificar o destino do dinheiro. Vou prestar conta com notas fiscais, na maior transparência possível. O dinheiro não é meu, então tenho que administrá-lo da melhor maneira possível, obedecendo os princípios constitucionais”, finalizou.
Policial federal e pastor evangélico, o vereador trabalha de forma independente e tem tomado decisões sempre em favor de projetos que visam o bem da sociedade, com base em dois eixos: segurança e social.