BNB

BNB

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Cerca de 1.500 pessoas participam de campanha Ceará sem Drogas em Aracati



A população de Aracati recebeu, nesta quinta-feira (4), a campanha Ceará sem Drogas, projeto de iniciativa da Assembleia Legislativa do Ceará, idealizado pelo presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT). Cerca de 1.500 pessoas, entre jovens, professores, lideranças comunitárias e políticas estiveram no Ginásio São Marcelino Champagnat, do Colégio Marista, e assistiram a palestra com o comentarista esportivo e ex-jogador da Seleção Brasileira, Walter Casagrande, mediada pelo jornalista Fábio Pizzato.
O presidente Zezinho Albuquerque, ao abrir o evento, fez uma avaliação positiva da Campanha, que já percorreu 14 municípios desde 2014. De acordo com ele, uma pesquisa recente realizada pela equipe da campanha mostra que 70% a 80% dos jovens se envolvem com drogas por curiosidade. “Trazer uma figura de credibilidade como o Casagrande é importante para mostrar a esses jovens que esse caminho (das drogas) não vale a pena”, frisou.
Alunos de ensino fundamental e médio ouviram sobre a experiência de Casagrande, do início da carreira ao envolvimento com as drogas, também contada no livro “Casagrande e Seus Demônios”. O uso de entorpecentes levou o comentarista a uma pausa na carreira e a internação durante um ano. “Aos poucos, você vai perdendo a família, os amigos e a identidade. Há uma inversão de valores. E um dos pontos importantes na reabilitação de um dependente químico é ele ter um projeto de vida”, comentou, sobre o que o levou a superar o vício.
Casagrande também falou de episódios marcantes, como o dia em que sofreu overdose e foi socorrido pelo filho de 14 anos, com quem estava sozinho em casa. Sobre o tratamento, o ex-jogador contou que precisou passar seis meses isolado, sem qualquer contato com a família.
(Assessoria da Alce)