BNB

BNB

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Chico Lopes: Governo Temer terá resposta nas ruas nesta sexta

O Governo Federal venceu a primeira batalha ontem (quarta-feira ,26) cassando os direitos trabalhistas do povo brasileiro, mas mostrou que não tem votos para aprovar a reforma da Previdência e terá a resposta nas ruas nesta sexta-feira de greve geral em todo o País. A avaliação é do deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE), que votou "não" à reforma trabalhista e denunciou as consequências extremamente negativas para os direitos historicamente conquistados por muita luta por todos os brasileiros.
"O governo Temer conseguiu aprovar mais um pacote de maldades, que é só o que ele tem feito até aqui. Já congelou investimento sociais por 20 anos, inclusive em saúde e educação, já liberou geral as terceirizações... Agora aprova uma reforma trabalhista que, na prática, rasga a CLT e se transforma em um dos capítulos mais tristes da nossa história, fazendo o Brasil andar pra trás em termos de proteção ao trabalhador e ao trabalho", afirmou Chico Lopes, após o resultado da votação.
"Fica muito claro, cada vez mais a cada dia, que o golpe foi uma operação montada para a retirada de direitos dos brasileiros, que antes contavam com aumento real anual do salário mínimo e valorização do trabalho. O governo Temer se escondeu no anonimato da votação secreta, sem permitir sequer a votação nominal, para que o povo soubesse quais deputados votaram pela retirada de direitos trabalhistas. Mas mostrou que não tem três quintos dos votos, o que é necessário para aprovar a reforma da Previdência", contrapõe Lopes.
Resposta nas ruas
"A resposta vai vir nas ruas nesta sexta-feira, em uma imensa greve geral em todo o País, como há décadas não se via. Essa mobilização vai aumentar, até o Fora Temer, até esse presidente conspirador e ilegítimo cair. E vai vir também nas eleições de 2018, com uma grande varrida sobre quem votou contra os direitos dos trabalhadores", complementa Chico Lopes.
(Assessoria do deputado)