bnb

sexta-feira, 31 de março de 2017

Roberto Cláudio diz que Fraport e Latam iniciam na próxima semana negociação para Hub em Fortaleza

O prefeito Roberto Claudio realizou, ontem (quinta-feira,30), visita técnica ao Aeroporto de Frankfurt, na Alemanha, que é operado pela Fraport (Frankfurt Airport Services Worldwide), empresa que vai administrar o Aeroporto Pinto Internacional Martins pelos próximos 30 anos.
 Segundo o prefeito Roberto Cláudio, a concessão do Pinto Martins para a Fraport aumenta as chances de o aeroporto de Fortaleza receber os investimentos para se transformar num Hub de voos da companhia aérea Latam. “Eles (Fraport) já formalizaram que a partir da próxima semana inicia o diálogo com a Latam. Vamos acompanhar e garantir que todo o apoio será dado para que esse diálogo entre os dois possa prosperar e a gente possa garantir também o Hub da Latam”, disse Roberto Claudio.
Em contrapartida ao investimento da Fraport, o prefeito de Fortaleza anunciou aos executivos da empresa o que o município pode oferecer, tais como “ações de zoneamento urbano em torno do aeroporto, que possa estimular a economia; também garantir a promoção turística para os novos destinos que os voos serão estabelecidos e todo e qualquer apoio político necessário para a instalação e operação da empresa”, reforçou RC.
Foi o segundo dia conversas com executivos da Fraport. Na quarta-feira, 29), o prefeito de Fortaleza esteve com o CEO da empresa, Stefan Schulte. “Importante registrar como a consolidação do aeroporto de Frankfurt modificou a história econômica da cidade. Nos foi dita uma frase muito verdadeira que o aeroporto depende da cidade e a cidade depende do aeroporto”, disse o prefeito ao final da visita.
 BRICS
Hoje (31), oPPrefeito embarca para Nova Deli (Índia). Roberto Cláudio foi convidado para participar do Seminário Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável de Infraestrutura durante a reunião anual do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB) - o banco dos Brics, formado pelos países em desenvolvimento Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.
(Assessoria de Imprensa)