sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Assembleia Legislativa realiza mais uma edição do Ceará sem Drogas


Centenas de estudantes, educadores e moradores da Barra do Ceará, em Fortaleza, participaram, nesta quinta-feira (27), do sexto encontro da campanha Ceará sem Drogas, realizado no Cuca da Barra do Ceará. O encontro contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (Pros), do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e do ex-jogador de futebol e comentarista esportivo Walter Casagrande.
O deputado Zezinho Albuquerque, idealizador do projeto, disse que, para a campanha obter os resultados esperados, é necessário a parceria com prefeitos, vereadores, lideranças políticas e a sociedade em geral para mobilizar os jovens e esclarecer sobre as consequências do uso de drogas.
O parlamentar também ressaltou projeto de lei, de autoria dele, aprovado na Assembleia Legislativa criando o Fundo Especial de Combate às Drogas. "Essa lei vai permitir que mais recursos sejam aplicados no combate às drogas", explicou. Zezinho Albuquerque também destacou a criação da Secretaria Especial de Políticas sobre às Drogas e do Batalhão de Fronteiras como importante medidas para enfrentar o problema do tráfico de drogas.
O ex-atacante do Corinthians e da Seleção Brasileira de Futebol, Walter Casagrande, falou sobre os primeiros passos dele no esporte ainda no início da adolescência, a chegada à seleção e, também, a experiência vivenciada com as drogas.
Para Casagrande, a curiosidade leva o jovem a entrar para a dependência química e, ao escolher esse caminho, é muito difícil sair dele. "Ele vai ter que lutar muito durante toda a vida para voltar a ter uma convivência melhor com a sociedade", comentou.
Um das maiores dificuldades enfrentadas por quem quer deixar as drogas, segundo Casagrande, é o preconceito. Por isso, ele confidenciou ter sentido a necessidade de escrever um livro – intitulado “Casagrande e seus Demônios” - para esclarecer o público sobre o que é um processo de internação para o dependente químico. "Para a pessoa se recuperar e retornar a sociedade, ela tem que ter um acompanhamento de profissionais. Só a força de vontade não resolve", esclareceu.
O ex-jogador elogiou a campanha Ceará sem Drogas da Assembleia Legislativa do Ceará. "Outros Estados deveriam promover campanhas como essa esclarecendo aos jovens sobre os riscos do uso de drogas, falando sobre o tratamento e sobre as dificuldades enfrentadas no processo de recuperação", afirmou.
(AL)