sábado, 30 de maio de 2015

Festejos junino no Ceará começa com a Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha


A tradicional Festa de Santo Antônio de Barbalha, a Festa do Pau da Bandeira, começa neste final de semana, marcando a abertura dos festejos juninos do Ceará. Com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, a festividade popular anual faz parte da diversidade cultural do povo cearense e marca a abertura dos festejos juninos no Estado.
A abertura da edição 2015 da festa será neste domingo, 31/5, às 9 horas, com a missa na Igreja Matriz, cercada por quase 60 grupos de cultura tradicional popular que seguirão em cortejo pelo Corredor Cultural, um trecho de mais de 3km entre a Igreja Matriz a e Igreja do Rosário. Porém, já neste sábado, 30/5, antecedendo a abertura dos festejos de Santo Antônio, acontece em Barbalha a "Noite das Solteironas", recebendo moradores e visitantes que se preparam para o domingo de festa.
Na tarde de domingo, a festa atinge o ápice das comemorações. Carregadores responsáveis pela escolha e pela derrubada da árvore - este ano, um angico de 23m pesando quase 3 toneladas -, farão o translado e o hasteamento do mastro. Eles são seguidos de perto por uma multidão de foliões, que dançam ao som de banda cabaçais e de vários ritmos.
Entre as tradições populares relacionadas à festa, está o costume de, durante o cortejo do pau da bandeira, as mulheres tocarem o mastro, além de ingerir o chá de sua casca, em uma simpatia para conseguir casamento. O cortejo se encerra com o hasteamento da bandeira, em frente à Igreja Matriz de Barbalha, celebrado com preces e queima de fogos.
Abertura dos festejos juninos

Em 2015, a Festa de Santo Antônio de Barbalha marca a abertura simbólica dos festejos juninos do Ceará, conforme destaca o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio. “As tradições juninas no Ceará são responsáveis por uma enorme movimentação econômica, social e artística. Temos um movimento junino extremamente forte e atuante, com grande participação popular”, destaca o secretário, ressaltando que o Governo do Estado, por meio da Secult, contribui para o fomento às festividades com um investimento de R$ 2,6 milhões, por meio do Edital Ceará Junino, apoiando 100 quadrilhas e 21 festivais.
A ideia de destacar simbolicamente a tradicional Festa de Santo Antônio de Barbalha como a abertura simbólica dos festejos juninos no Ceará surgiu em diálogo entre as secretarias de Cultura do Ceará e de Barbalha, em reuniões realizadas desde fevereiro deste ano.
Origens da festa
A origem da Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha, que tem solicitação de tombamento em nível federal em processo de análise, remonta a 1928, quando o pároco José Correia de Lima, então vigário de Barbalha, promoveu o cortejo do mastro em cujo topo seria hasteada a bandeira de Santo Antônio. Desde então, o carregamento do mastro e o hasteamento da bandeira, em fins de maio e início de junho, marcam o início das festividades dedicadas ao santo, que se estendem até o dia 13 de junho, tendo adquirido um caráter cultural que a distingue de outras celebrações similares na região do Cariri cearense.
Desde o começo dos anos 70, o Município de Barbalha passou a explorar mais o potencial turístico da festa, com os festejos de Santo Antônio atraindo um número crescente de participantes. Para além do carregamento espontâneo do mastro, bandas e cantores populares se apresentam publicamente nas ruas da cidade entre o dia do cortejo até o dia 13 de junho, além de quadrilhas juninas e outras expressões artísticas.