sábado, 20 de dezembro de 2014

"Cid deve ouvir o coração", diz Ciro Gomes sobre o destino do irmão

Ciro deu conselho ao irmão Cid. (Foto : Flávio Pinto )

Contrariando tudo que o governador Cid Gomes (Pros) disse nas últimas semanas, inclusive, na quinta-feira passada (18), durante a confraternização com jornalistas no Palácio da Abolição, a imprensa do Sul do país voltou a dar como certa a ida de Cid para o Ministério da Educação, no segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff, a partir de janeiro de 2015.
Ouvido pelo blog durante a solenidade de diplomação de Camilo Santana, no Centro de Eventos, em Fortaleza, nesta sexta-feira (19), o ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, disse que o irmão deve ir para onde seu coração mandar. "Já vivi situação semelhante. Saí do governo com grande popularidade e sei bem o que é ficar descansando. Chega uma hora que você deve decidir. E o que tenho dito pra Cid é que ele deve ouvir seu coração", disse Ciro.
Neste final de semana, segundo jornalistas do eixo Rio-SãoPaulo-Brasília, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, já comunicou a petistas da bancada da  Educação que o partido vai perder o ministério, hoje no comando de Henrique Pain.  Segundo ele, está "praticamente definido" que a pasta ficará com o governador Cid Gomes  (Pros).

Cid, no entanto, não confirmou o convite e tem insistido em afirmar em Fortaleza, que deve ir morar nos Estados Unidos, a partir do próximo ano.