terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Justiça espera por resposta da Câmara para decidir sobre nova eleição para a mesa diretora

Expectativa na Câmara Municipal para nova eleição para a mesa diretora da casa. Depois de 24 horas do recebimento da intimação judicial, o presidente em exercício Darlan Lobo ainda não respondeu ao juiz Acelino Jácome Carvalho sobre o assunto.
O advogado e assessor jurídico da Câmara, Erivaldo Oliveira disse que o procurador Marcelino Oliveira está preparando um documento a ser enviado à justiça nas próximas horas dando explicações sobre uma nova eleição.
De acordo com o advogado, como não houve renúncia coletiva, a eleição deve ocorrer somente para os cargos em vacância que são os de 1º e 3º secretários e 2º vice-presidente. A presidência deve ser ocupada pelo 1º vice-presidente (Darlan Lobo), que foi eleito no início do ano. Segundo ele, é o que diz o Regimento Interno da Casa.
O problema é que a casa possui pelo menos três regimentos internos divergentes. Por isso, o grupo de 14 vereadores contrários a efetivação de Darlan Lobo na presidência da Câmara exige nova eleição para os quatro cargos deixados por Antônio de Lunga, Ronnas Motos, Antônio Cledmilson e Adauto Araújo.

A Câmara tem até sexta-feira (20), prazo dado pelo juiz Acelino Carvalho, para se pronunciar oficialmente sobre nova eleição.