sábado, 21 de dezembro de 2013

Cláudio Luz e Zé de Amélia vão depor em Fortaleza

Cláudio Luz e Zé de Amélia vão depor nesta segunda (23) em Fortaleza. (Foto: Juá da Catigueira)
O delegado Everardo Lima, da Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública (DECADP), em Fortaleza, instaurou processo e começou a apurar os supostos crimes praticados pelo ex-presidente da Câmara de Vereadores de Juazeiro do Norte, José de Amélia Júnior (PSL), durante sua gestão de 2012.
Everardo Lima já intimou mais de 20 pessoas. Nesta segunda-feira (23), será a vez do vereador Cláudio Luz (PT), autor das denúncias e do denunciado Zé de Amélia serem ouvidos na DECAP. No dia 26 está intimada a servidora Damires de Alencar Bezerra, e no dia 2 de janeiro, a ex-servidora Mira Sampaio.
Zé de Amélia foi presidente do poder legislativo municipal de 2006 a 2012. No no último ano de seu mandato, teria praticado diversas irregularidades administrativas e criminais, segundo denúncia do vereador Cláudio Luz (PT). Entre as irregularidades apontadas no documento estão gratificações abusivas a servidores com intuito de fraudar o sistema financeiro, desvio de dinheiro e sonegação de impostos. A denúncia também está sendo apurada pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual, mas ainda não há previsão para que os acusados sejam ouvidos em juízo.
Em novembro passado, numa clara demonstração de corporativismo dos vereadores que compõem a Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, rejeitaram a instalação de uma CPI proposta por Cláudio Luz, para apurar as denúncias contra Zé de Amélia. Sobre a frágil e descabida alegativa de que tudo não passava de uma briga pessoal entre denunciante e denunciado, a CPI foi rejeitada por maioria de votos.
Agora a esperança de Cláudio Luz e os poucos vereadores que votaram pela abertura da CPI está na apuração das denúncias pela Polícia Civil e pelo Ministério Público. O primeiro passo já está sendo encaminhado.