quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Prefeito do Crato recua e anula licitação de buffet


O prefeito do Crato, Raimundo Gomes de Matos (PMDB) recuou e anulou o processo de licitação para a contratação de um buffet para prestar serviços à prefeitura daquela cidade. A denúncia, pra não dizer "escândalo", foi publicada na edição desta quinta-feira (19) no Diário do Nordeste. Pela licitação o município se comprometia em pagar R$ 5 milhões à empresa que iria fazer a entrega de quentinhas e alimentação à diversas secretarias do município.
Em nota, enviada à esse blog, a assessoria de imprensa da Prefeitura do Crato, comunica que atendendo a orientação da Procuradoria Geral do Município, a licitação tão logo foi homologada, foi cancelada por ordem do prefeito Ronaldo Gomes de Matos. A nota diz ainda que o cancelamento não causou prejuízo ao erário municipal, pois não houve repasse de nenhum valor à empresa que venceu o processo licitatório já cancelado.
Dessa forma, a prefeitura já está encaminhando uma nova licitação atentando para os parâmetros da economicidade e num período de 12 meses.
Vamos nós:
Recebi informação de que a proprietária de empresa vencedora da licitação é uma irmã do prefeito Ronaldo e, é a mesma que fornece os gêneros alimentícios para o restaurante popular da cidade.
Por que só agora depois da denúncia sair na imprensa a prefeitura se manifesta?