quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Normando faz promessa de entregar ambulância e iniciar obras da estrada do Sítio São Gonçalo.

Normando diz que ambulância chega em 30 dias e estrada até o final do ano


Outro assunto bastante discutido e que a maioria dos vereadores estão "pagando" pra ver acontecer ´ é entrega de uma ambulância e o asfaltamento da estrada que dá acesso à comunidade do Sítio São Gonçalo. Essa última é uma reivindicação dos moradores da zona rural há mais de 10 anos, mas que o momento nenhum gestor consegui por em prática.
As promessas de entregar a ambulância e o início das obras da estrada foram garantidas pelo vereador Normando Sóracles (PSC). Normando chegou a dar o prazo de 30 dias para a entregada da ambulância a Secretaria de Saúde do Município.
Segundo ele, o veículo foi assegurado pelo deputado estadual Daniel Oliveira (PMDB), que usará verba de seu gabinete para fazer a doação. Procurado, através de gabinete na Assembleia, a assessoria de imprensa do deputado disse ainda não ter conhecimento do assunto.
Com relação a estrada do Sítio São Gonçalo, Normando foi mais enfático. Garantiu que o deputado Daniel Oliveira estará enviando nesta quarta-feira, uma retroescavadeira para fazer a limpeza da estrada e até o final do ano começará a ser construída.
Os recursos para a obra estarão garantidas por meio de emenda parlamentar do deputado federal Manoel Guimarães (PT), líder do governo na Câmara Federal.
Para que isso ocorra, lembrou Normando, será necessário primeiro a conclusão e o envio de um projeto a ser elaborado pela Secretaria de Infraestrutura e Obras de Juazeiro do Norte. Em seguida, o documento será enviado à Brasília para liberação de R$ 5 milhões valor do custeio da obra.
Os vereadores lembraram a Normando, que em 2012, Guimarães já havia disponibilizada a verba e retirada meses depois porque o então Prefeito Santana não apresentou o projeto em tempo hábil. O dinheiro acabou sendo aproveitado em obras do município de Parambu. Porém como Normando garantiu o dinheiro, os vereadores já se apressaram e determinaram envio de ofício para o secretário de Infraestrutura, Akiro Meneses forma uma equipe de engenheiros para tocar a obra.
A maioria disse ser acometida instantaneamente pela síndrome de São Tomé, ou seja, estão pagando pra ver a obra sair do papel.