quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Meu respeito ao Bispo Fernando Panico

Deixo aqui registrado meu respeito ao cidadão Fernando Panico, bispo da Diocese do Crato, que foi execrado publicamente e julgado (condenado) por determinado setores da imprensa caririense. Até o direito de resposta lhe foi negado, o que só foi conseguido através de seu advogado que ingressou com pedido na Justiça local, sendo prontamente atendido.
Tenho consciência de que o bispo não é essa santidade toda, e que "meteu os pés pelas mão" no caso da vendas das casas da arquidiocese em Crato, mas o religioso sofre uma perseguição implacável nas últimas semanas por não ceder a pressões de jornalistas inescrupulosos.
Se todo cidadão atingido moralmente por notícias fantasiosas ou de interesses particulares buscassem na Justiça seus direitos, com certeza muitos meios de comunicação do Cariri que se intitulam de site e jornais, já teriam fechado suas portas por não suportar tantos processos de reparação de danos.