quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Diocese de Crato conclui Processo de Beatificação da menina Benigna Cardoso da Silva.

Neste sábado (21) ocorrerá a solenidade de Encerramento da Fase Diocesana do Processo de Beatificação Benigna Cardoso da Silva. Será às 8h30min, no auditório Monsenhor Rubens Gondim Lóssio, na Diocese do Crato. O evento é de expressão internacional, visto que a próxima etapa será a Fase Romana. Em quase cem anos de história a Diocese de Crato conclui um Processo de Beatificação, no caso de Benigna ela poderá vir a ser a primeira Beata do Estado do Ceará. 
A Cerimônia de Encerramento da Fase Diocesana do Processo de Beatificação conclui a Fase Local e inicia a Fase Romana do Processo de Beatificação. Consiste na solenidade de lacramento – mediante juramento e assinatura de atas – de três urnas com os autos do Inquérito Eclesiástico, uma com o original (Arquétipo) e as outras duas com cópias (Transunto e Cópia Pública). Após a cerimônia, o Arquétipo fica guardado na Diocese de Crato e as duas cópias seguem para a Congregação das Causas dos Santos, no Vaticano.
O dia 24 de Outubro, data do seu martírio, acontece na Cidade de Santana do Cariri, uma grande romaria em seu louvor. Este ano, a romaria de Benigna será de caráter Diocesano para marcar os 72 anos do martírio de Benigna, a heroína da castidade .
 Na próxima etapa, chamada de fase Romana, a Congregação para a Causa dos Santos, órgão da Santa Sé que trata desses assuntos, nomeia um novo tribunal, com teólogos e peritos do Direito Canônico e legistas que retomam e estudam todos os documentos produzidos na fase diocesana do processo.
Ao final, a Congregação lança um documento chamado ‘Positio’, com o qual se afirma o grau de virtudes do candidato. Nessas duas fases ainda não se fala em milagre. Com o caso de Benigna, se for constatado martírio, não será preciso aguardar um milagre ocorrido por intercessão da mártir para torná-la beata. Somente, no caso de canonização, que será preciso um milagre para ser declarada oficialmente Santa.
Colaborou Amaury Alencar